A Adega Muf’s trabalha com os mais conceituados revendedores de bebidas em Curitiba. Confira nosso catálogo de produtos e solicite seu orçamento.

Categorias

A diferença entre whisky e whiskey – escocês, americano e irlandês

A diferença entre whisky e whiskey – escocês, americano e irlandês

Primeiramente todo entusiasta dessa bebida quer saber mais sobre a diferença entre whisky e whiskey, o que é diretamente ligado ao país de origem desse destilado.

Em seguida, confira mais sobre a diferença entre esses tipos de destilados:

Diferença entre whisky e whiskey

A diferença na grafia de whisky e whisk(e)y é justamente devido a origem de produção dessas bebidas, a fim de diferencia-las.

As bebidas americanas e irlandesas recebem esse “e” em sua ortografia (whiskey).

Enquanto as de origem escocesas, japonesas e canadenses permanecem sem o “e” (whisky).

Além disso, o whiskey também deriva da palavra “usquebaugh“, que significa “água da vida”.

Sendo que a destilaria começou a ser feita com o principal objetivo de encontrar o elixir da vida.

Uísque *

No Brasil, a palavra para substituir ambas mais utilizada é uísque, que é feita de forma universal e não diferencia os tipos de bebida.

Isto é, a ortografia utilizada ignora a forma como ela é tradicional escrita.

E somente a considera como a bebida alcoólica destilada de cerais envelhecida em barris, que pode incluir malte em sua composição.

Essa diferenciação entre whisky e whiskey também demorou para ocorrer em outros países, como nos próprios Estados Unidos.

O início da diferença entre whisky e whiskey *

O começo dessa diferenciação, de forma explícita, iniciou através do famoso jornal norte-americano New York Times.

Antigamente, quando havia uma matéria que falava sobre o destilado, ela era grafada do modo americano (whiskey), e não importava a origem da bebida.

No entanto, com o passar do tempo, houve um número elevado de reclamações, onde o jornal começou a diferenciar as palavras.

Como resultado, ficou diferenciado do seguinte modo, utilizado até os dias de hoje:

WHISKYWHISKEY
Japão, Escócia e Canadá.Irlanda e Estados Unidos.

Saiba mais sobre os tipos de whiskies

Primeiramente, vamos entender mais sobre os três principais tipos de whiskies:

  • Escocês;
  • Americano;
  • Irlandês.

Whisky escocês (scotch) *

O whisky escocês começou a surgir oficialmente por volta do século XVII, na Escócia.

Porém alguns livros informam que os destilados já eram degustados anteriormente pelo rei James IV, que o consumia no início do século XIV.

A Escócia começou a se tornar famosa devido aos seus whiskies à base de malte e alguns grãos, como:

  • trigo;
  • centeio;
  • milho.

Para que o whisky possa entrar na categoria de “Scotch Whisky“, está que o destilado deverá ser single malt ou blended.

Além disso, precisa ser destilada e maturada somente na Escócia, com o processo de amadurecimento mínimo de três anos.

Outra característica desse tipo de whisky é a sua destilação dupla e maturação em barricas.

Que antigamente eram utilizadas por vinhos Jerez e de carvalho americano.

O sabor e aroma do whisky escocês varia conforme a região em que foi produzida, que podem ser seis:

  • Encorpado com toque floral: produzido nas Terras Baixas.
  • Defumados, salgados e marinhos: esses três tipos são produzidos nas Terras Altas.
  • Adocicados e frutados: esse whisky é gerado na região de Speyside, uma subdivisão das Terras Altas que abriga mais de 50% das destilarias escocesas, conhecidas pelo single malts clássico.
  • Defumados com sabor marcante de turfa: esse tipo de defumado ocorre na Ilha de Islay, que também traz sabores com notas de iodo e característico sabor medicinal.

Entre os principais destilados encontrados nessa categoria, está:

Whiskey americano (bourbon) *

O whiskey americano (conhecido como bourbon) surgiu antes da metade do século XIX.

Foi quando colonizadores europeus já consumiam esses destilados à base de melaço, trigo e centeio.

No entanto, sem a cevada e a turfa que eram utilizadas na Escócia.

Os norte-americanos utilizaram o milho, que a matéria-prima principal dos whiskies americanos.

O bourbon foi criado em 1789 e tem seu nome devido ao condado de Bourbon, Kentucky, onde foi desenvolvido.

Para ser considerado um bourbon, é preciso ter no mínimo 51% de milho em sua composição.

Além de ser maturado em barris de carvalho americano virgem.

Além disso, o bourbon também pode ter mix de destilados maturados, durante períodos distintos.

Como resultado dessas regras/técnicas, o whiskey fica com notas de:

  • baunilha;
  • caramelo;
  • coco;
  • especiarias.

Esse tipo de whiskey tem que ter no mínimo 2 anos de amadurecimento, e nos Estados Unidos somente pode ser destilados.

Alguns dos bourbons mais conhecidos são:

  • Maker’s Mark (45%);
  • Woodford Reserve (43,2%);
  • Wild Turkey (40,5%);
  • Jim Beam (40%).

Com o decorrer dos anos, o bourbon também gerou uma nova variedade, conhecida como Tennessee, que será evoluída posteriormente.

Whiskey irlandês (irish) *

O whiskey irlandês costuma ser feito com base em uma mistura de cevada não defumada e não tostada.

Para ser considerado um irish whiskey, precisa ser produzido/destilado na Irlanda.

Que Também tem que conter um caráter frutado e levemente apimentado.

Pode ser tipo malt ou blended, porém sempre passa por uma destilação tripla, que é responsável por o tornar um whiskey mais suave.

Assim como o whislys escocês, ele costuma ser maturado em barricas de vinhos jerez, e de carvalho americano.

Algumas marcas conhecidas, como a Jameson, também utilizam barris de carvalho americano virgem.

Para fim de adicionar maior doçura e complexidade ao destilado.

Entre os principais whiskeys conhecidos, estão:

  • Jameson (40%);
  • Tullamore Dew (40%);
  • Bushmills (40%).

Outros tipos de whisky e whiskey *

Após aprender mais sobre a diferença entre whisky e whiskey.

Conheça mais sobre o rye, uísque japonês e também o tennessee, uma variação do bourbon.

RYE: A produção do Rye é feito no Canadá e Estados Unidos. Nos EUA, o destilado funciona assim como o bourbon, porém leva 51% de centeio ao invés de milho. Já no Canadá, não há restrições no mix de grãos utilizados. Entre os principais exemplos do destilado nos Estados Unidos estão o Hudson Manhattan, do Whistle Pig e do Knob Creek. Já no Canadá é o Crown Royal (40%) e Canadian Club.

JAPONÊS: A destilaria Yamazaki produz uísques com inspiração escocesa, porém com fermentação prolongada e maturação, passando por barricas de bourbon e vinho Jerez, além de barris de carvalho japonês. Alguns exemplos são o Yamazaki Single Malt Sherry Cask e o Blend Hibiki 17 anos.

TENNESSEE: O Tennessee tem o método de produção idêntico ao Bourbon, sendo a sua única diferença quando passa por um processo de filtragem em uma espécie de melaço, a fim de adicionar um sabor mais adocicado. Um exemplo de Tennessee é o famoso Jack Daniel’s (40%).

Beba com responsabilidade. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.
Dirigir sob a influência de álcool configura delito, passível de sanção penal.
Imagens meramente ilustrativas.