A Adega Muf’s trabalha com os mais conceituados revendedores de bebidas em Curitiba. Confira nosso catálogo de produtos e solicite seu orçamento.

Categorias

Gin Gordon’s – História e Drinks

Gin Gordon’s – História e Drinks

O Gin Gordon’s já é vendido em mais de 180 países ao redor do mundo, e estima-se que a cada seis segundos uma garrafa do gin Gordon’s é vendida no mundo.

Atualmente, o Gin Gordon’s é produzido na destilaria Cameron Bridge em Fife, na Escócia e conta com uma longa história.

Em seguida confira mais sobre a origem e diversos drinks que você pode fazer em sua casa com essa bebida tão única:

História do Gin Gordon’s

Primeiramente o criador do gin foi Alexander Gordon, que em 1769, abriu uma destilaria na área de Southwark. Logo depois em 1786, Gordon se mudou para Clerkenwell.

Gordon fazia questão usar somente os melhores ingredientes em seu gin, do tipo Old Tom, que era composto por:

  • bagas de zimbro;
  • sementes de coentro;
  • raiz de angélica;
  • alcaçuz;
  • raiz de orris;
  • laranja;
  • casca de limão.

Em seguida no início de 1800, o gin já era popular no Reino Unido e também no exterior, devido aos marinheiros da Marinha Real Britânica que o transportaram para todo o mundo.

Aliás, a alta qualidade da bebida rendeu quatro selos de aprovação da Família Real Britânica, posteriormente.

Em 1830, a receita foi aperfeiçoada e o gin não continha mais açúcar, o tornando o Special London Dry Gin (gin seco) que é mantido até os dias de hoje.

Além disso em 1898, a Gordon & Co. se uniu com a Charles Tanqueray & Co., formando a Tanqueray Gordon & Co. e toda a produção foi transferida para a destilaria Gordon’s Goswell Road.

1899 houve o falecimento de Charles Gordon, o filho do fundador, e a associação da família Gordon com o negócio foi encerrada.

A famosa garra verde da marca surgiu em 1904, e após dois anos houve a ampliação na linha de produtos com a Gordon’s Sloe Gin.

Já em 1921 houve o lançamento do Old Tom, e, no ano seguinte, a empresa foi adquirida pela Distillers Company (atual Diageo).

Em seguida a nova produção de linhas de coquetéis prontos para servir foi lançado em 1925 e após quatro anos, seu primeiro gin aromatizado de laranja.

Primeira destilaria do Gin Gordon’s nos Estados Unidos

A Gordon’s abriu a primeira destilaria nos Estados Unidos em Linden (Nova Jersey), que foi um passo importante para a popularidade da bebida. No entanto, foi posteriormente transferida para Fife, na Escócia (1998).

Em 1962, o Gin Gordon’s já era gin mais vendido do mundo e os anos posteriores foram marcados pelos lançamentos do gin-tônica em lata, o Gordon’s Distiller’s Cut, Gordon’s Crisp Cucumber, Gordon’s Elderflower e o Gordon’s Pink, que se tornou o mais bem-sucedido desenvolvimento de novos produtos em destilados na última década.  

Recentemente, a marca ampliou ainda mais suas linhas com o Gordon’s Sicilian Lemon, Gordon’s White Peach, Gordon’s 0.0% e o Gordon’s Mediterranean Orange.

A marca mantém, de 1769 até hoje, a representação da cabeça de um javali em rótulos e tampas, pois tem uma conexão histórica com a família Gordon.

De acordo com a lenda, um membro do clã havia salvado o rei da Escócia de um javali enquanto caçava, tornando o animal em um brasão da família.

Drinks com o Gin Gordon’s

Em seguida, confira uma série de drinks que você pode fazer no conforto de sua casa com o Gin Gordon’s:

Gin tônica clássica

Antes de tudo, sabe como fazer a gin tônica clássica? Ela leva apenas 3 ingredientes e é super rápida de fazer:

  • 60 ml de gin
  • 120 ml de água
  • 1/4 de limão
  • gelo a gosto

Antes de mais nada o modo de preparo também não poderia ser mais simples: basta colocar em uma jarra todos os ingredientes e mexer!

Para finalizar, em uma taça, acrescente rodelas de limão.

Gin Fizz

O Gin Fizz é um drink um pouco mais complexo, mas que chama a atenção por seu sabor. Que tal experimentar?

  • 60ml Gin
  • 30 ml club soda ou água com gás
  • 30 ml suco de limão
  • 20 ml de xarope de açúcar
  • 1 clara
  • Gelo
  • Fatia de limão

Apesar de ter bastante ingredientes, o modo de preparo é simples: coloque todos os ingredientes na coqueteleira (sem o gelo) e bata durante 10 a 15 segundos.

Logo após, basta adicionar o gelo e agitar durante mais 10 segundos e servir em um copo alto, também com gelo.

Por fim a decoração com uma fatia de limão é opcional.

Gin tônica de morango

Antes de mais nada que tal aprender uma gin tônica com sabor? A com morango é uma das famosas, e conta com uma preparação simples:

  • 6 morangos
  • 4 grãos de pimenta preta
  • 80 ml de gin
  • raspas de limão
  • 300 ml de água tônica

Comece macerando o morango e os grãos de pimenta. Em seguida, em uma tigela, acrescente o gin, os morangos, as raspas de limão e a água tônica.

Na tigela, misture todos os ingredientes e sirva em seguida.

Tom Collins

Primeiramente o Tom Collins é um drink que também leva alguns ingredientes mais complexos, confira:

  • 30 ml de suco de limão
  • 20 ml de xarope de açúcar
  • 50 ml Gin
  • Club soda ou água com gás
  • Gelo
  • Fatia de limão
  • Cereja

Para preparar, basta acrescentar o gin, o xarope de açúcar e o suco de limão e misturar.

Em seguida, adicione o gelo e complete até o topo com club soda ou água com gás.

Para finalizar, decore com uma fatia de limão e uma cereja.

Dry Martini

Outro drink clássico é o Dry Martini, que é visto em diversos filmes e uma bebida popularmente conhecida em todo o mundo:

  • 1 dose de gin Gordon’s
  • 3 gotas de vermouth branco seco
  • 1 unidade de azeitona verde

O modo de preparo é fácil, pois basta misturar o gin com o vermouth branco seco em uma coqueteleira.

Por fim, o Dry Martini clássico é servido em uma taça de coquetel, com uma azeitona no fundo da taça.

Lembrando que antigamente, um Dry Martini era feito com um terço de vermute e dois terços de gin, então a receita passou por diversas alterações ao longo do tempo e ela costumar variar de acordo com o local.

Beba com responsabilidade. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.
Dirigir sob a influência de álcool configura delito, passível de sanção penal.
Imagens meramente ilustrativas.