A Adega Muf’s trabalha com os mais conceituados revendedores de bebidas em Curitiba. Confira nosso catálogo de produtos e solicite seu orçamento.

Categorias

Moscow Mule: aprenda a fazer a receita original e brasileira

Moscow Mule: aprenda a fazer a receita original e brasileira

Um dos drinks mais conhecidos no mundo é o Moscow Mule e além de sua fama por conta de ser uma deliciosa bebida, também se destaca pela sua incrível história, que teve início em 1939 nos Estados Unidos da América. 

Neste artigo você vai aprender a fazer o seu drink Moscow Mule original e também a versão brasileira da bebida. Além de aprender a preparar o seu próprio drink, também iremos, juntos, conhecer a história desta bebida espetacular.

História esta que conta com muita força de vontade e com a sorte de acontecer um encontro crucial para a criação da bebida que conhecemos hoje.

Então, se você quiser aprender como fazer o seu Moscow Mule e também conhecer a história por trás deste drink. Fique até o final deste artigo, que você não vai se arrepender!

Moscow Mule, como surgiu o drink?

Exatamente em 1939 a empresa de vodka Smirnoff estava em uma situação complicada, prestes a declarar falência, quando o senhor John Martin, comprou os direitos da empresa, a fim de lucrar com a distribuição da bebida de origem russa.

Em paralelo, o seu amigo, Jack Morgan, que era dono de um pub chamado Cok’ n’ Bull, que ficava localizado em Hollywood, buscava o objetivo de lançar a sua própria cerveja de gengibre (ginger beer).

Tanto Martin, quanto Morgan, estavam com dificuldades de vender seus produtos. Morgan já contava com um grande estoque de cerveja de gengibre em seu pub e não sabia muito bem o que fazer para reverter tal situação. 

Enquanto isso Martin era chamado de insano, por tentar vender em solo americano um produto de origem russa. Uma vez em que o contexto da época não era nada favorável, devido à Guerra Fria. 

Talvez agora você esteja se perguntando: “Como essa questão foi resolvida?”

Lembra que no início deste artigo falamos que essa história tinha um toque de sorte? Então, é neste momento que uma mulher entra em cena e faz toda a diferença. O nome dela é Sophie Berezinski.

O porquê da caneca de cobre

Ela foi a responsável por criar o design que fez com que o Moscow Mule ficasse ainda mais famoso. O nome da bebida foi escolhido justamente por causa de sua origem Russa. 

A senhorita Berezinski era herdeira de uma fábrica de cobre na Rússia, onde eram produzidas lindas canecas de cobre. No entanto, apesar de terem um produto de qualidade, as vendas estavam indo de mal a pior

Foi quando o pai de Sophie – convicto da ideia de que os Estados Unidos era uma terra de oportunidades infindas – decidiu enviar sua filha para o país, levando consigo 2.000 unidades de caneca de cobre, a fim de que ela conseguisse vendê-las.

No início, os americanos não estavam nem um pouco interessados nas canecas de cobre, Sophie teve grande dificuldade para vender seus produtos. Sua casa ficou cheia de caixas de caneca, tão cheia a ponto de seu marido ameaçar jogá-las fora, se acaso Sophie não conseguisse vendê-las depressa.

Obstinada, acreditando que conseguiria fazer suas vendas, a senhorita Berezinski bateu em todas as portas de Los Angeles, a fim de encontrar pessoas que tivessem interesse em suas canecas de cobre.

Em uma de suas caminhadas pela cidade, ela acabou batendo na porta do Cock’n’Bul e por sorte, exatamente no dia em que Morgan e Martin estavam discutindo o rumo que tomariam, para resolver o problema das vendas de suas bebidas.

A partir deste encontro, exatamente em 1941, Jack, John e Sophie uniram forças para criar o que hoje conhecemos como Moscow Mule, uma bebida cheia de gosto e história. Esse trio conseguiu fazer a união perfeita. Vodka, ginger beer e a caneca de cobre que permite que a bebida fique gelada por mais tempo. 

Vamos agora para as receitas!

Moscow Muler – Original

Para fazer o Moscow Muler original, você vai precisar de uma caneca de cobre. Mas se você não tiver, use o copo que tiver em casa, mas sabendo que não estará fazendo o drink como deve ser. 

Ingredientes:

  • 50 ml de vodka;
  • Suco de meio limão taiti;
  • Ginger beer;
  • Uma fatia de limão;
  • Gelo.

Coloque o gelo na caneca de cobre e gele com uma colher bailarina. Depois tire o excesso de água, coloque 50 ml de vodka direto na caneca, acrescente o suco de meio limão taiti e em seguida coloque o ginger beer em cima do gelo, complete a caneca até o topo.

Por fim, use a bailarina para misturar a bebida lentamente e para decorar acrescente a fatia de limão. Fácil não é mesmo?

Moscow Mule Brasil

Agora vamos para a versão brasileira do Moscow Muler, que foi criada pelo bartender Marcelo Serrano, onde é usada a espuma de gengibre. Pode comprá-la pronta, ou fazer você mesmo.

Ingredientes

Ingredientes da espuma de gengibre

  • 100 ml de suco de limão;
  • 100 ml de xarope de açúcar;
  • Clara de ovo (100 ml)
  • 100 ml de suco de gengibre fresco.

Para preparar a espuma de gengibre coloque todos os ingredientes num sifão para chantilly e misture. Logo após feche e coloque na geladeira até a hora em que você for usar. Carregue o sifão com uma cápsula de gás antes de servir o drinque. 

Agite bem e por meia hora deixe descansar. Pronto, agora utilize a espuma para finalizar a bebida. Esta receita rende de 30 a 40 coquetéis.

Para preparar o drinque, em uma coqueteleira cheia de gelo, coloque os ingredientes, deixando de lado apenas a espuma de gengibre e agite bastante. Em seguida coe para a caneca de cobre com gelo e finalize com a espuma de gengibre. 

Pronto! Agora o seu Moscow Muler brasileiro está perfeito.

Enfim, como prometemos no início deste artigo, você pode conhecer um pouco da história deste famoso drinque e aprendeu a fazer tanto o Moscow Muler original, quanto o brasileiro. Agora corre para a nossa loja e compre os ingredientes para fazer o seu drinque sem precisar sair de casa.

Beba com responsabilidade. A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos.
Dirigir sob a influência de álcool configura delito, passível de sanção penal.
Imagens meramente ilustrativas.